Bem-estar físico e emocional!

A importância de uma boa liderança corporativa

A liderança corporativa tem uma grande importância no ambiente de trabalho. Trata-se de um cargo fundamental para o sucesso de qualquer negócio, independentemente do porte ou ramo do mercado. Os líderes são responsáveis por orientar, guiar e inspirar colaboradores nas atividades diárias. Além de prestar suporte e extrair o máximo do potencial de cada um que está sob seu comando. Portanto, os líderes possuem uma forte influência na motivação dos colaboradores e na produtividade do ambiente de trabalho.

Sendo assim, a liderança corporativa das empresas é tanto importante quanto complexa em diversos sentidos. Principalmente se considerarmos que uma má gestão impacta não apenas na rentabilidade da empresa, mas também na produtividade e motivação dos colaboradores.

Função do líder corporativo

Os líderes são um dos pilares centrais de uma empresa, pois são os responsáveis por tomarem  as decisões finais dos projetos e do departamento. Não é um cargo simples e muito menos fácil de se assumir, já que precisa ter um senso crítico e estratégicos afiados. Assim como uma visão inovadora de um pensamento flexível.

Por isso, um líder precisa estar sempre atento a si e sua postura, já que é a figura que mais exerce influência no ambiente de trabalho. Além disso, é necessário um bom equilíbrio e um pensamento estratégico afiado para atender as demandas da empresa, ao mesmo tempo em que administra as necessidades de sua equipe.

Qual a importância de uma boa liderança?

Os gestores (líderes) são os profissionais que mais têm contato com os colaboradores da empresa. Assim como são os que possuem maior influência na dinâmica da equipe, portanto, devem saber motiva-la e engajá-la, sempre buscando identificar e extrair o melhor do seu potencial para atingir suas metas.

Desse modo, um líder seleciona as pessoas adequadas de acordo com suas habilidades para atividades específicas com as quais se obterá um melhor resultado. Já que, como um exemplo para aqueles que está sob seu comando, um líder motivado provavelmente terá uma equipe igualmente engajada.

No entanto, ao mesmo tempo em que servem como exemplo, os líderes também podem ser o principal motivo de desânimo dos funcionários pelos seguintes motivos:

  • Cobranças excessiva;
  • Falta de empatia;
  • Sobrecarga de trabalho e extrapolação de funções;
  • Negligência;
  • Pouco aproveitamento do potencial dos colaboradores;
  • Mal exemplo de liderança;
  • Falta de comunicação;
  • Não valorização do profissional.

Essas são questões para as quais deve-se ficar atento, pois afeta diretamente e indiretamente a produtividade e qualidade dos resultados da empresa. Principalmente porque uma má gestão gera um ambiente de trabalho desconfortável, com estagnação de talentos e alta rotatividade de pessoal. Além disso, muitos colaboradores saem da empresa devido a problemas com seus superiores.

Conheça o Fortalece Plus e fortaleça seu time!

Como adquirir uma boa liderança corporativa?

Existem inúmeras dicas que podem ajudar gestores a atingirem uma boa liderança corporativa e promoverem um ambiente de trabalho mais produtivo com seus colaboradores. E algumas das melhores consistem em se ater ao básico, que é:

  • Ser presente e dar o exemplo;
  • Se comunicar com a equipe;
  • Ter um campo de visão amplo;
  • Ser flexível e adaptável;
  • Realizar feedbacks.

1- Ser presente e dar o exemplo

Você não pode cobrar de alguém algo que você mesmo não seria capaz de fazer. Por isso, assumir o posto de liderança e ser o exemplo equivale a cumprir o grau de exigência que você exige daqueles que estão sob seu comando. Assim, ao estimular que todos façam seu trabalho com eficiência, o comprometimento do líder tem que estar no mesmo nível ou em um nível superior aos demais. Um líder motivado e que mostra seu esforço inspira seus colaboradores a fazerem o mesmo e isso só pode ser realizado estando presente.

E por presente não estamos falando apenas de fisicamente, mas também por mensagens, e-mails ou reuniões online. Uma boa liderança corporativa não se trata apenas de delegar tarefas e cobrar prazos, mas orientar os colaboradores em suas dificuldades e reconhece-los quando suas ações são bem executadas. Pois isso é o diferencial no equilíbrio e na motivação do ambiente de trabalho.

2- Se comunicar com a equipe

Uma boa relação de trabalho se dá por meio do diálogo, do ouvir e do ser ouvido. Desse modo, como um líder é responsável por extrair o melhor de seus colaboradores, o diálogo é essencial para que ele entenda o potencial e os limites de cada um. Portanto, ao saber o potencial de sua equipe, o gestor pode elaborar melhores estratégias para a execução de funções e a realização de trabalhos.

Além disso, uma comunicação clara permite que tanto gestores quanto colaboradores alinhem suas expectativas e objetivos, o que promove uma melhor convivência no ambiente de trabalho. Assim como contribui para a estratégia de resolução de conflitos, uma vez que, conhecendo bem sua equipe, o líder corporativo saberá quais abordagens funcionarão ou não ao lidar com cada um.

3- Ter um campo de visão amplo do ambiente de trabalho

Um bom líder precisa ser ágil e volátil e possuir um vasto repertório que o permita atender as competências exigidas pelo cargo. Assumir essa função envolve estar em constante capacitação e adequação quanto às mudanças no mercado de trabalho. Isso consiste tanto na gestão de pessoas quanto nas estratégias de negócios, uma vez que, com a tecnologia, a velocidade de mudanças ocorridas em todos os setores é gigantesca.

Não se pode ficar preso a padrões rígidos, mas estar sempre atento às novas tendências, novas empresas e outros mercados que possam ser futuros concorrentes. Dentro disso encontra-se uma administração versátil de novas ideias, perspectivas e habilidades da nova geração que está adentrando o mercado.

4- Seja flexível e adaptável para obter uma boa liderança corporativa

Como o mercado está em constante mudança, é preciso se adaptar regularmente a essas oscilações e procurar as melhores estratégias para se adequar a elas. Uma das melhores formas para ser mais flexível é criar um ambiente de troca com a sua equipe, entendendo o contexto e particularidade de cada um dos colaboradores.

Isso porque não apenas os negócios que são diferentes, mas também as pessoas. É necessário ser flexível e se adaptar às diferentes formas de conflitos, necessidades, ambições e capacidades. Além disso, embora seja o gestor a tomar a decisão final, aceitar as perspectivas dos colaboradores também pode ser um ponto de sucesso para obter bons resultados.

5- Realizar feedbacks

A adoção de uma política de feedbacks pode atuar em duas vias. Por um lado, pode ajudar os colaboradores com orientações para melhorias ou mesmo elogios e reconhecimento da execução de serviços ou atendimentos de metas. Por outro lado, pode ajudar os líderes corporativos das equipes a identidades problemas e lacunas, tanto nas dinâmicas internas das equipes quanto no seu próprio desempenho de liderança.

Isso permite tanto que sejam elaboradas novas estratégias de melhoria quanto estabelecer novos objetivos, a curto, médio e longo prazo, que impulsionam o sucesso da equipe e o crescimento de resultados.

Por fim, embora tenhamos falado de liderança corporativa de uma forma mais abrangente, existem inúmeros tipos de liderança e formas de conduzir uma equipe. Isso vai depender tanto do perfil do líder quanto da equipe, levando em consideração suas necessidades, habilidades e lacunas.

Descubra os benefícios de saúde e bem-estar que podem transformar a vida da sua equipe! Clique aqui

Compartilhar:

Outros semelhantes:

plugins premium WordPress